Fono na escola

Fonte: Jornal do Commercio

A equipe pedagógica da Escola Lubienska, na Torre, reconhece esse alerta e recebe suporte frequente da fonoaudióloga Renata da Fonte, que abraça ações cujo objetivo planejar e desenvolver situações que favorecem o desenvolvimento de habilidades comunicativas. Todo esse trabalho é acompanhado de um olhar capaz de identificar condições de risco que abrem portas para possíveis dificuldades que os alunos possam apresentar.
“Também com base no nosso olhar e vivência com os alunos, ela consegue identificar as crianças que precisam de acompanhamento fora da escola para melhorar a fala ou tratar transtornos de aprendizagem”, diz a coordenadora pedagógica da educação infantil do 1º ano da Lubienska, Ana Paula Figueiredo. “A fonoaudióloga até nos orienta sobre a conduta que devemos ter em sala de aula diante de crianças com dificuldades.”

Reportagem completa acesse:https://especiais.jconline.ne10.uol.com.br/fononaescola/cenarios.php#.UhyWINLFWCQ