Com a palavra a Prof.Verônica Sá – Adaptação do texto de Drummond

A face Drummond…As faces do mundo

A poesia de Drummond tem vida própria…vive o sonho e sente a       realidade.Mergulhar na poética,no sentimento que faz o homem ser, incondicionalmente, é presentear com palavras cada um de nós,e,assim,  poder viajar entre versos e rimas de Carlos Drummond…o Andrade, o poeta que segue de mãos dadas,que fala das pedras no caminho…dos inevitáveis obstáculos que a vida nos mostra,da existência singular e essencial da família…do amor entre dois seres imperfeitos,mas apaixonados.Viver Drummond é reconhecer em seus versos a luta pela justiça,pelo ser social,o homem tantas vezes mutilado de seus direitos…ler Drummond é gritar em praça pública pela liberdade…uma liberdade que dignifica o homem.

*Poder escrever a poética de Carlos Drummond de Andrade para o teatro é, simplesmente, poder sentir as palavras…todas as palavras”.

 

                                                           Verônica Sá