História

Lubienska

 

Fundado em 20 de fevereiro de 1969, o Lubienska é uma instituição que se define por adotar uma abordagem globalizante do homem ajudando-o no desenvolvimento de suas capacidades cognitivas, motoras, afetivas, de relação interpessoal, de inserção e atuação social.

Seu nome, uma homenagem à educadora Helena Lubienska de Lenval, seguidora de Maria Montessori, que em sua metodologia, defendia a preparação de um ambiente em que o ser humano – principalmente a criança – pudesse aprender com liberdade. Isso não significava negligência ou indiferença, e sim respeito ao desenvolvimento do ser. O aluno passava a ter seu mais profundo interesse despertado e seus momentos de atenção mais bem aproveitados pelo professor , com afeto e cuidado.

Identifica-se, cada vez mais, com a teoria sociointeracionista construtivista de ensino, convivendo, no entanto, com as diversas ideologias, metodologias e filosofias e mantendo diálogo aberto ao homem daqui e de agora.

Entende que a aprendizagem escolar se constrói através das interações que ocorrem entre os professores e alunos e entre estes e seus pares, procurando promovê-las, em seu cotidiano, de forma que ocorra de maneira significativa para todos os alunos e alunas.

Percebe o ensino como uma ajuda necessária à construção dos conhecimentos produzidos pela humanidade, ao longo de sua história. Volta sua atenção às diferenças individuais, acreditando que as aprendizagens dependem das características singulares de cada aprendiz.

O Lubienska em sua “praxis”, trabalha no sentido de adequar suas propostas às possibilidades reais de cada aluno e aluna, lançando desafios que os ajudem a avançar em seus conhecimentos, dirigindo seu trabalho no sentido da construção do saber; saber fazer e ser. Neste sentido, é importante que os alunos e alunas ao aprenderem, considerem para a aprendizagem não só o conteúdo, como também a organização e atuação na busca do saber.

A sua missão é a de prestar serviços educacionais de excelência nos níveis de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Especial formando pessoas autônomas, resilientes e produtoras de conhecimento com competência cidadã e consciência planetária, formando mais do que aluno, cidadão!

Quem foi Helena Lubienska?

Helena Lubienska de Lenval nasceu na Polônia em 1895. A discrição era a sua principal característica, por isso, pouco se sabe a seu respeito. Ela viveu a maior parte da sua vida na França, onde desenvolveu uma atividade pedagógica marcante e publicou seus livros em países como a França, a Bélgica, a Itália e muitos outros. Livros como: “A Educação do Homem Consciente” (único traduzido), “O Universo Bíblico em que Vivemos”, “Como Educar a Atenção”.

Professora da Escola Montessoriana teve como mestra Maria Montessori, médica e pedagoga, com quem trabalhou em Roma durante o ano de 1920. Mas foi em Nice, na França, que ela dirigiu uma escola de educadores, na qual desenvolvia uma pedagogia fundamentada nos valores espirituais do homem.

Adaptou a metodologia de inclusão para todos, preparando um ambiente em que a criança pudesse aprender com liberdade, sendo esta inclusiva e significativa. Sua meta era construir homens conscientes de vocabulário constante, silêncio interno, disponibilidade, gesto, palavra, atenção, contemplação, docilidade e fé. Educação para a liberdade e independência.

Ela se preocupou em formar a criança para depois informar, é preciso para ela, o educador ter um equilíbrio interno, que seja organizado com sua vida, para assim poder ensinar a criança regras de organização, respeito e educação para o convívio em sociedade.

Helena Lubienska de Lenval morreu no dia 23 de agosto de 1972, sendo o seu funeral uma cerimônia simples, apenas com a presença dos familiares e de alguns amigos. Viveu com simplicidade e nada tinha ao morrer, exceto uma coleção de livros em hebraico. Tudo o que tinha,  deu de presente ainda em vida.